Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Fóruns virtuais sobre a Lei Aldir Blanc

Fonte:Prefeitura de Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

Fóruns virtuais sobre a Lei Aldir Blanc atraem 321 participantes

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo encerrou, na última quinta-feira (16/07), o ciclo de fóruns setoriais, realizados para debater a aprovação de projetos pela Lei Aldir Blanc, que é a nova lei de auxílio emergencial ao setor cultural, criada pelo governo federal. Foram, ao todo, sete encontros virtuais, divididos por segmentos, que contaram com a participação de 321 pessoas no total e tiveram permanentes presença e cooperação do Conselho Municipal de Cultura.

O primeiro encontro, realizado em 7 de julho, foi dos segmentos de música e literatura. Foram 48 participantes e os principais pontos por eles levantados foram a importância de estipular um valor máximo a ser destinado por CPF, a abertura de editais para a produção de livros, videoclipes e publicação de pesquisas e trabalhos acadêmicos, a possibilidade de haver bolsas-auxílio para pesquisadores da área cultural e a realização de produções em plataformas digitais, a exemplo da Movi.Ar.

O segundo encontro, no dia 8 de julho, foi dos segmentos de circo e dança e teve a participação de 57 pessoas no total. Os principais temas de debate foram a ampliação e facilitação do acesso a recursos, evitando a concentração e também a possibilidade de apoio a espaços, grupos e coletivos.

No dia 9 de julho, o fórum foi destinado aos segmentos de cultura popular, patrimônio e turismo. Os 60 participantes dialogaram sobre questões como a criação de um edital exclusivo para grupos de cultura popular, o fomento a ações que ocupem espaços históricos, como museus e a realização de uma busca ativa para cadastramento de grupos de cultura popular e seus membros.

O quarto fórum, realizado em 13 de julho, foi específico para membros da cultura hip hop e teve a participação de 26 pessoas. Os tópicos centrais abordados foram editais que contemplem jovens periféricos, a priorização de quem vive efetivamente da atividade artística e também a criação de um edital exclusivo para o movimento hip hop.

No dia 14 de julho, o diálogo foi com os segmentos de cinema, fotografia, vídeo e cultura nerd/geek. Os 30 participantes destacaram a importância de editais para a produção de filmes e documentários, bem como para a produção e circulação fotográfica e também falaram sobre a produção de conteúdo em plataformas digitais e a utilização dos segmentos de foto e vídeo para que os artistas produzam seus conteúdos, como sites e releases.

O sexto fórum, realizado em 15 de julho, foi destinado aos segmentos de artes plásticas e artesanato. Os 41 participantes abordaram temas como um edital para a compra de acervo para a Pinacoteca e outros espaços públicos, o apoio a ateliês e novamente editais destinados à produção de catálogos com as obras dos artistas e também à publicação de livros e pesquisas sobre a memória das artes plásticas.  

O sétimo e último fórum aconteceu em 16 de julho e contou com a participação de 59 pessoas, ligadas à espaços e territórios culturais. Os participantes enfatizaram que o processo de seleção da lei deve ser inclusivo, priorizando espaços cujas atividades foram efetivamente afetadas. Falaram também sobre possibilitar o atendimento aos espaços culturais, conforme descrito na lei.

Pela chamada Lei Emergencial Aldir Blanc, Mogi das Cruzes pode receber mais de R$ 2,7 milhões para auxílio a profissionais da cultura e manutenção de espaços artísticos, já que o setor é um dos mais afetados na crise provocada pelo novo coronavírus. A lei prevê repasse de R$ 600,00 a artistas e apoio mensal entre R$ 3 mil e R$ 10 mil a espaços culturais, que estão impedidos de realizar atividades presenciais, e recursos para editais de fomento a projetos culturais. 

Em Mogi, é pré-requisito para qualquer profissional que almeja ser contemplado pela lei fazer a atualização de dados junto ao sistema de cadastro de profissionais da arte e cultura, sempre disponível no site da Secretaria de Cultura e Turismo. Desde o dia 1º de julho, novos campos foram inseridos justamente para atender à nova legislação de apoio.

Autor

Tudoem

Prefeitura de Mogi das Cruzes

secretaria de comunicação da prefeitura de Mogi das Cruzes

redator.ccc@pmmc.com.br

www.pmmc.com.br

Comentários

Voltar ao Topo