Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase

Fonte:Prefeitura de Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase é comemorado neste domingo, dia 31

 

O último domingo do mês de janeiro, dia 31, é o Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase, mas durante todo o ano, o Programa de Controle da Hanseníase da Secretaria Municipal de Saúde promove ações de conscientização sobre a doença, ressaltando os sinais no corpo e a busca pelo tratamento.

Antigamente conhecida como lepra, a hanseníase pode se manifestar de 2 a 10 anos depois do contágio. O primeiro sintoma é o surgimento de manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas no corpo, com diminuição ou perda de sensibilidade ao calor, à dor e ao tato. Mas existem outros sinais como a presença de caroços e inchaços no corpo e de áreas com diminuição de pelo e do suor.

“Na constatação desses sinais, o paciente deve procurar uma unidade de saúde ou diretamente o Programa de Controle a Hanseníase para avaliação e exames. Quanto mais cedo a doença for descoberta para início do tratamento, menores as chances do paciente sofrer sequelas”, explica o médico Rodolfo Tagawa, coordenador do programa. Atualmente, nove pessoas estão em tratamento no ambulatório e cerca de 900 pacientes estão cadastrados para acompanhamento.

Histórico

Mogi das Cruzes ainda concentra casos de hanseníase porque, na década de 30, foi implantado no Distrito de Jundiapeba, onde hoje funciona o Hospital Dr. Arnaldo Pezzutti Cavalcanti, o antigo Asilo Colônia Santo Ângelo. Lá, os portadores de hanseníase viviam isolados. Embora a hanseníase não seja uma doença hereditária, ela é transmitida pelo ar através do contato prolongado com uma pessoa contaminada. Atualmente, não existe necessidade de isolamento porque, iniciado o tratamento, a transmissão não ocorre mais.

O Programa de Controle a Hanseníase funciona na Unidade de Atendimento aos Programas de Saúde (UAPS 1), que fica na rua Rui Barbosa, nº 174, Jardim Santista. Informações pelo telefone 4735-2336.

Autor

Tudoem

Prefeitura de Mogi das Cruzes

secretaria de comunicação da prefeitura de Mogi das Cruzes

redator.ccc@pmmc.com.br

www.pmmc.com.br

Comentários

Voltar ao Topo