Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Prefeitura e Semae entregam sistema

Fonte:Prefeitura de Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

Prefeitura e Semae entregam sistema de coleta e tratamento de esgoto em Sabaúna

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) e a Prefeitura de Mogi das Cruzes entregam oficialmente, nesta quinta-feira (02/07), às 15h, o sistema de esgotamento sanitário Sabaúna. O investimento foi R$ 3,2 milhões na construção de uma Estação de Tratamento, 900 metros de rede e três estações de bombeamento, na área central do Distrito. A estrutura atende a Vila Andrade e beneficia 4 mil pessoas.

“Investir em coleta e tratamento de esgoto é um grande desafio numa cidade antiga e consolidada como Mogi das Cruzes, mas toda a equipe do Semae está empenhada em melhorar os índices, com obras como essa”, afirma o prefeito Marcus Melo.

Além dos investimentos diretos em saneamento, o prefeito destaca ações que contribuem para despoluição de mananciais, como a prevenção a ocupações irregulares.

“Temos a preocupação de que a cidade cresça de forma ordenada, evitando invasões. Durante muitas décadas, Mogi não cuidou de seu principal manancial, que é o Rio Tietê, mas para nós o saneamento é uma prioridade e avançamos muito nos últimos anos”, destaca, ao lembrar que Mogi das Cruzes passou de apenas 0,5% de tratamento de esgoto no ano 2000 para mais de 60%.

Além da estação que faz o tratamento do esgoto, o sistema conta com as estações elevatórias, que são unidades que operam com bombas e elevam o esgoto até um ponto onde possa seguir por gravidade até o local de tratamento e também as redes, que funcionam por gravidade (sem necessidade de bombeamento), contenções com rachão e gabião e demais obras civis.

A estação trata 3,5 litros de esgoto por segundo, mas a capacidade total é para até 9 litros por segundo.

“Em 2017, o Semae começou a levar água tratada desde a Estação de Tratamento Leste, no Socorro, para Sabaúna, por meio de uma nova adutora, e era um desejo do prefeito Marcos Melo investir também no tratamento de esgoto. Começamos pela Vila Andrade e, futuramente, faremos na Vila Mathias”, explica o diretor-geral do Semae, Glauco Luiz Silva.

Núcleos isolados
A Vila Mathias, também em Sabaúna, será contemplada posteriormente no projeto de sistemas de esgotamento sanitário em núcleos isolados, que está em fase de elaboração.

O investimento é de R$ 5,7 milhões, sendo R$ 4,6 milhões do Governo Federal e R$ R$ 1,1 milhão do Município (valor para a soma de todos os oito núcleos isolados). Nesta etapa, estão sendo feitos os projetos para, posteriormente, o Semae buscar recursos para as obras.

Além da Vila Mathias, os demais núcleos isolados contemplados serão Biritiba-Ussu, Chácara Guanabara, Jardim Nove de Julho, Parque São Martinho, Parque Varinhas, Quatinga e Taiaçupeba.

“Esta estrutura que estamos implementando na Vila Andrade é o primeiro sistema isolado de tratamento de esgoto. É um modelo que pretendemos levar aos outros núcleos isolados da malha urbana”, diz o prefeito.

Outros investimentos
Além de Sabaúna e dos projetos para os núcleos isolados, a Prefeitura e o Semae seguem com obras de esgotamento sanitário do Botujuru e Cezar de Souza. Os serviços estão com 60% de execução e o investimento será de R$ 37,3 milhões. No total, serão implantados 45 quilômetros de redes de esgoto, 2.760 ligações prediais, 3.500 novas ligações prediais ao término da obra, 6 Estações Elevatórias de Esgoto (EEE), 4.000 metros de linhas de recalque (bombeamento) e 4.500 metros de coletores-tronco.

Outra obra importante é de esgotamento sanitário em Jundiapeba e Nova Jundiapeba. As obras estão em fase inicial. O investimento será de R$ 9,5 milhões na construção de uma estação elevatória, 15 quilômetros de redes, 1.760 metros de coletor-tronco e 1.240 metros de linha de recalque (bombeamento).

Com essa obra, especificamente em Jundiapeba e Nova Jundiapeba o índice de coleta e tratamento de esgoto será superior a 90%. A previsão é concluir os trabalhos em 2021. (Julio Nogueira)

Autor

Tudoem

Prefeitura de Mogi das Cruzes

secretaria de comunicação da prefeitura de Mogi das Cruzes

redator.ccc@pmmc.com.br

www.pmmc.com.br

Comentários

Voltar ao Topo