Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes
Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Balanço mostra plantio de 15 mil mudas

Fonte:Prefeitura de Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

Balanço mostra plantio de 15 mil mudas somente este ano em Mogi das Cruzes

Somente este ano, 15 mil mudas foram plantadas em Mogi das Cruzes segundo balanço feito pela Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. O número inclui ações como o Junho Verde e eventos específicos realizados pela pasta – como o que ocorreu no dia 11 de dezembro, no Jardim Layr, quando foram plantadas 4 mil mudas em uma área do bairro. O resultado é considerado positivo pelo secretário Daniel Teixeira de Lima, que cita o planejamento a longo prazo para a cidade:

“Estamos trabalhando para chegar ao final do mandato com 50 mil árvores plantadas e, pelo ritmo em que estamos, temos certeza de que o caminho está correto. É o nosso programa Mogi Mais Verde, que estimula as pessoas a plantarem e a cuidarem das árvores, mas que também inclui uma participação do poder público como agente indutor dentro deste processo”, afirmou.

Na ação mais recente, no Jardim Layr, houve a participação de 400 alunos da Escola Estadual Branca Baumann e do Cempre Dra. Ruth Cardoso, que ficam próximas ao local que recebeu as mudas. O plantio foi realizado em uma área de seis hectares, perto das ruas Guarapiranga e Domingos de Souza. Com esta ação, a Secretaria do Verde contribui para para prevenir invasões de áreas públicas, ocupações irregulares e descarte de entulho e lixo, envolvendo sempre a comunidade do entorno, como escolas, professores e estudantes.

O secretário explica que o Mogi Mais Verde prevê a criação de bosques para aumentar a densidade arbórea na cidade e a atração de fauna (em especial aves), melhorando assim a estabilidade do solo, o paisagismo, garantindo conforto térmico e aumentando a qualidade do ar.

Já durante o Junho Verde, a cidade teve eventos durante todo o mês, que incluíram ações educativas, plantio de mudas por parte dos alunos da rede de ensino e eventos com debates mais aprofundados, como o lançamento do Programa Município Verde Azul e o Fórum de Resíduos Sólidos. “É uma agenda que fará parte das ações da Prefeitura e que vai colaborar com o crescimento da nossa cobertura verde a cada ano”, acrescenta o secretário.

Serra do Itapety

Além de trabalhar no plantio de árvores, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente também iniciou, este ano, um importante trabalho de preservação de um patrimônio natural de Mogi das Cruzes. Em conjunto com a Fundação Florestal de São Paulo – ligada à Secretaria Estadual de Meio Ambiente – , a secretaria retomou o processo para a criação de uma Área de Preservação Ambiental (APA) na Serra do Itapeti.

Com um total de 5,1 mil hectares, a serra é um patrimônio natural de Mogi das Cruzes e a sua transformação em trará benefícios para a cidade, como aumento na arrecadação de ICMS, a inclusão da área como região de fiscalização ambiental e de patrulhamento permanente da Polícia Ambiental.

O secretário Daniel Teixeira de Lima participou de reuniões com técnicos da Fundação Florestal, ao lado do diretor da Universidade Livre do Meio Ambiente (UniLivre) de Mogi das Cruzes, André Miragaia e de técnicos da própria secretaria. “Recebemos essa incumbência do prefeito Marcus Melo e estamos trabalhando para conseguir o reconhecimento da Serra do Itapeti, que será um importante avanço para o município. Nossa reunião desta semana foi produtiva e estamos otimistas com o processo”, observou.

Segundo Lima, o processo tramita desde 2013 na Fundação Florestal e estava arquivado, mas foi retomado e atualmente os técnicos mogianos buscam caminhos para conseguir este objetivo. "A sociedade e o meio ambiente ganharão muito com a criação desta APA”, diz.

O secretário explica que 97% da área está dentro no município de Mogi das Cruzes, enquanto 2% encontram-se em Suzano e 1%, em Guararema. A existência de APAS geridas pelo Estado é um dos fatores que contribuem para o aumento no repasse de ICMS aos municípios. (Marco Aurélio Sobreiro)

Autor

Tudoem

Prefeitura de Mogi das Cruzes

secretaria de comunicação da prefeitura de Mogi das Cruzes

redator.ccc@pmmc.com.br

www.pmmc.com.br

Comentários

Voltar ao Topo