Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Final do 10º Festival Canção online

Fonte:

Final do 10º Festival Canção será exibida em plataformas virtuais neste sábado

Neste sábado (16/05), a partir das 20 horas, o público mogiano poderá assistir virtualmente à final do 10º Festival da Canção de Mogi das Cruzes. O concurso, que é sempre realizado presencialmente, foi remodelado em função da pandemia gerada pelo novo coronavírus e será exibido de forma aberta e gratuita para todos, pelo Facebook e Youtube da Prefeitura de Mogi das Cruzes e também no Facebook e Youtube da Secretaria Municipal de Cultura. Durante a exibição, o público terá a oportunidade de conhecer quem são os vencedores em todas as categorias do festival. 

Os vídeos com as apresentações, como explica o secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori, foram gravados previamente e enviados por cada um dos artistas que já tinham tido suas canções pré-selecionadas, no início de março. Depois foram submetidos à edição, seguindo o modelo de como costumava acontecer no Theatro Vasques, bem como à análise dos jurados. 

Sartori lembra que todos os artistas selecionados para a final já recebem uma premiação em dinheiro, no valor de R$ 2 mil, pela participação. A ação, portanto, serve como mais uma iniciativa de apoio à classe artística, que sofre diretamente os impactos da quarentena e do fechamento de todos os espaços culturais. Ao mesmo tempo, é mais uma oferta de lazer e entretenimento para as pessoas que estão em casa, cumprindo o isolamento social. 

“Além de gerar conteúdo para as pessoas que estão em casa, é mais um recurso que a Prefeitura de Mogi coloca no mercado da cultura, que foi um dos primeiros impactados e certamente será um dos últimos a voltar à normalidade. É, portanto, mais uma ação para minimizar o impacto no setor, com o repasse desse valor, que já estava reservado para essa finalidade”, explica o secretário.

Ao todo, foram selecionadas 17 músicas, sendo 14 de compositores de todo o país e três de artistas mogianos. A melhor canção mogiana da fase final será considerada a vencedora do Prêmio Prata da Casa. Também serão anunciados os vencedores nas modalidades melhor canção, melhor intérprete e melhor arranjo.

“A décima edição do nosso Festival da Canção previa abertura com show da Monica Salmaso e a participação de importantes jurados, como a Consuelo de Paula, Dani Gurgel e José Luiz Camacho. O Sesc era parceiro do festival e arcaria com os custos da apresentação da cantora Monica Salmaso. Estava tudo pronto, porém, infelizmente, com tudo o que aconteceu, tivemos que fazer essa adaptação”, conta Sartori, lembrando, contudo, que canções já tinham sido selecionadas e faltava apenas o dia em que todos os músicos se apresentariam diante dos jurados, para a seleção dos vencedores.

A decisão por dar continuidade ao festival, ainda que no formato digital, deu-se também com o intuito de não perder a continuidade da iniciativa, que já é reconhecida nacionalmente no rol de festivais de música brasileiros. Outro objetivo é não criar sobrecarga na agenda dos equipamentos culturais da cidade para quando esse período de isolamento terminar.

“Passado todo esse momento, queremos os equipamentos culturais da cidade livres e abertos para a sociedade civil e para os artistas que tiveram suas datas canceladas, para que eles possam remarcar e executar suas apresentações”, completa o secretário.

O Festival da Canção de Mogi das Cruzes tem por objetivo incentivar a música popular brasileira, aprimorar e desenvolver a cultura musical, revelar talentos e valorizar os artistas, os compositores e intérpretes da música, além de promover o intercâmbio artístico-cultural e revelar novos talentos. 

A edição deste ano, de número dez, leva em consideração a realização no município de três festivais de música brasileira nos anos de 1967, 1982 e 2008, que foram incorporados à contagem oficial do número de edições, em respeito e reconhecimento a essa história. (Lívia de Sá)

 

 


Comentários

Voltar ao Topo