Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Dicas de cuidados com a sua Guitarra

Fonte:www.alandomingues.com
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

  

"CUIDE BEM DO SEU AMOR..." 

Olá a todos do Tudo em Mogi, para começar a minha primeira contribuição, estou postando uma matéria bem legal do meu site sobre como cuidar de uma guitarra! 

vamos discutir sempre que possível  sobre assuntos relativos ao reparo e manutenção de instrumentos. Espero esclarecer dúvidas enviadas por e-mail e ainda comentar o uso de tipos de madeira, peças e compostos eletrônicos nas guitarras e baixos. Mas pra começar, vou passar algumas dicas do que considero o mais importante na manutenção dos instrumentos: a limpeza.

Lembre-se que estas dicas servem apenas para instrumentos em bom estado de conservação. Aqueles instrumentos já acabados e maltratados só podem ser recuperados por um luthier, ou quem sabe, um milagre. Por isso comece agora a cuidar do seu instrumento pra não se arrepender depois.

Veja agora como fazer a manutenção de cada parte:
 

TARRAXAS  

 

Observe periodicamente se há folgas e oxidações nos parafusos e eixos. Utilize uma chave Philips, também conhecida como “chave estrela”, para apertar os parafusos e knobs ( parte usada para girar o eixo da tarraxa ). Para as porcas de fixação, você deve usar uma chave de boca. Feito isso, vamos à limpeza. Nos pontos de oxidação você pode utilizar os produtos vendidos em lojas de instrumentos, mas sempre com o cuidado de não usar óleos e sprays, pois podem danificar a madeira.

 

 

 

 

 ESCALAS

Verifique se há mossas na escala ou acúmulo de sujeira junto aos trastes. Se for constatada a presença de mossas, isso significa que os trastes já estão desgastados e só uma troca e nivelamento dos mesmos poderá corrigir o problema. As lojas vendem produtos específicos para a limpeza da escala, mas você pode usar um pano umedecido em álcool, e no sentido dos trastes, fazer a limpeza das crostas de sujeira. Logo em seguida, com um chumaço de algodão generosamente embebido em óleo mineral, friccione também no sentido dos trastes até obter uma aparência limpa e seca. Mas não exagere, o uso de álcool e óleo mineral em excesso pode causar danos irreversíveis à escala.

 

PONTE

 

Para a limpeza da ponte, uma boa dica é usar uma escova de dentes velha, e depois um pano limpo e seco. E nos casos que necessitam de uma limpeza mais cuidadosa, o melhor é levar o instrumento a um luthier.

 

CORDAS

Troque as cordas regularmente. O mais indicado é um prazo entre 15 e 30 dias para cordas de aço, e de 30 a 40 para cordas de nylon. As cordas de contra-baixo têm um prazo maior, entre 30 e 90 dias. Observe sempre as oxidações e limpe-as uma de cada vez com um pedaço de papel. Repita a operação ainda com papel, e depois de passar um pano limpo sobre as cordas, utilize um dos produtos específicos para limpeza de cordas. Na maioria das vezes, esses produtos também servem para a escala. Repetindo esse procedimento sempre depois de tocar, você vai manter suas cordas e som sempre impecáveis. ATENÇÃO: Nunca ferva as cordas. Esse tipo de prática pode causar problemas na tensão do instrumento e conseqüentemente empenar a escala e o braço. No lugar de economia, você pode ter um bom prejuízo.

 

 

CORPO E BRAÇO
 

Em primeiro lugar, tenha cuidado pra não deixar resíduos de suor no instrumento. Utilize sempre uma flanela limpa, trocando- a duas vezes por semana para evitar o acúmulo de sujeira. A limpeza poderá ser feita com produtos vendidos em lojas de instrumentos que normalmente são apresentados em forma de spray. Mas tenha sempre muito cuidado, o excesso pode deixar o corpo e o braço do instrumento engordurados.

 

 

 

 

Comentários

Voltar ao Topo