Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Garça Branca Grande

Fonte:Ronaldo Cardoso / Wikiaves
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes
Autor

Tudoem

Ronaldo Cardoso

Ronaldo Cardoso é Técnico em impressão offset, Engenheiro Químico, Tecnologo Gráfico, pós graduado em Gestão Gráfica e pós MBA em Liderança e Gestão de Pessoas, adora uma ótima leitura, adora artes, principalmente em fazer pinturas na técnica óleo sobre tela, desenhos com lápis grafite e lápis de cor. Um grande amante da Natureza, tanto da Fauna e Flora, como praticante e guia de observação de aves (Birdwatching) desde de 2009.

rsgona@terra.com.br


Garça-branca-grande

A garça-branca-grande (Ardea alba, sinônimo Casmerodius albus), também conhecida apenas como garça-branca, é uma ave da ordem Pelecaniformes. É comum à beira dos lagos, rios e banhados. Foi muito caçada para a retirada de egretas - penas especiais que se formam no período reprodutivo - para a indústria de chapéus para mulheres.

Nome Científico

Seu nome científico significa: do (latim) ardea = garça; e do (latim) alba, albus = sem brilho, branco. ⇒ Garça branca.

Características

Mede entre 80 e 104 centímetros de comprimento e pesa entre 700 e 1700 gramas. (Martínez-Vilalta, Motis, e Kirwan, 2016)).
Seu corpo é completamente branco. É facilmente identificada pelas longas pernas e pescoço, característica dos membros da família. O bico é longo e amarelo, e as pernas e dedos pretos. Apresenta enormes egretas (penas especiais que se formam no período reprodutivo). A íris é amarela.
Muitas pessoas pensam que a garça-branca-pequena (Egretta thula) é o filhote da garça-branca-grande, porém trata-se de uma espécie à parte, que difere da última por apresentar a ponta do bico e as pernas escuras, enquanto a base do bico e os pés são amarelados, sendo também menor.

 

Alimentação

Alimenta-se principalmente de peixes, mas já foi vista comendo quase tudo o que possa caber em seu bico. Pode consumir pequenos roedores, anfíbios, répteis, insetos, pequenas aves e até lixo. Em pesqueiros aproxima-se muito dos pescadores para pegar pequenos peixes por eles dispensados, chegando a comer na mão. É muito inteligente e pode usar pedaços de pão como isca para atrair os peixes dos quais se alimenta. Engole às vezes cobras e preás. Aproxima-se sorrateiramente com o corpo abaixado e o pescoço recolhido e bica seu alimento, esticando seu longo pescoço. Há relatos de pessoas que afirmam que atacam ninhos de pequenas aves em áreas de mangue, onde costumam se alimentar.

 

Hábitos

Vive em grupos de vários animais à beira de rios, lagos e banhados. É migratória, realizando pequenos deslocamentos locais ou mesmo se deslocando para além dos Andes durante os períodos de enchentes anuais.

Distribuição Geográfica

Ocorre da América do Norte ao estreito de Magalhães, em todo o Brasil, e também no Velho Mundo. No Brasil é encontrada principalmente no Pantanal, costas do sudeste, nordeste, norte e rios de todo o território

Comentários

Voltar ao Topo